• Rayane Penha

Coletivo Utopia Negra realiza mutirões de emissão de título de eleitor para juventude amapaense


Foto: Rayane Penha


Desde o dia 18 de Abril o coletivo de luta antirracista do Amapá, Utopia Negra, vem realizando no Amapá a emissão de títulos de eleitor de jovens de 15 a 18 anos anos, as ações vem ocorrendo principalmente em instituições de ensino da rede pública.


Em uma articulação nacional para que jovens de 15 à 18 anos tirem o título de eleitor e votem nas eleições de 2022, o coletivo Utopia Negra deu início no Amapá ao projeto “Juventude amapaense com o primeiro voto”, que tem como objetivo realizar a emissão de mais de 300 títulos de eleitor entre a juventude amapaense. O projeto realizado pelo coletivo que é formado por jovens pretos e pretas do Amapá, tem o apoio do Instituto Clima e Sociedade, uma organização sem fins lucrativos que apoia ações na região da Amazônia brasileira.


Até o início de Abril o Amapá ocupava a última posição do ranking dos estados com maior número de emissão do título de eleitor. Mas aos poucos vem aumentando o número de emissão, de acordo com o TSE. O coletivo Utopia Negra tem o desafio de até o dia 04 de maio, prazo para emissão do título, mudar esse cenário e colocar a juventude do Amapá de forma participativa nas mudanças do rumo do país.


Em entrevista para a rede Amazônica, a coordenadora do projeto, Luana Barbosa, 27 anos, falou sobre a ação realizada pelo coletivo: “o objetivo é incentivar a juventude amapaense a obter o primeiro título e a votar nas eleições de 2022, devido ao quantitativo baixo de jovens de 15 a 18 anos que não estão emitindo o título de eleitor relacionado aos anos anteriores” ressaltou a coordenadora.


Foto: Rayane Penha


Na ação realizada na última sexta feira dia 22, no Colégio Amapaense, a diretora da escola Célia Mota pontuou sobre a importância do projeto na escola: “É de grande relevância, aqui na escola um dos valores que trabalhamos é a democracia e a gente tem a maior responsabilidade na educação da juventude para fazerem boas escolhas, para que saibam realmente o valor do voto e o que ele representa para mudar o país" disse a diretora.

Foto: Rayane Penha


Uma das formas encontradas pelo coletivo para incentivar a participação das escolas foi conceder premiações as escolas melhores colocadas no ranking de emissão de títulos e ATENÇÃO porque as premiações não são poucas: o primeiro lugar vai levar um projetor no valor de R$ 6.500 mais troféu personalizado, já o segundo lugar leva o valor de R$ 1.000 mais troféu personalizado e o terceiro o valor de R$ 500 reais mais troféu personalizado.


Podem emitir o título de eleitor jovens a partir de 15 anos (que completem 16 até o dia 02 de outubro). Nas ações realizadas pelo coletivo é possível realizar a emissão do título com o nome social ou fazer a solicitação de mudança no nome, para quem já possui o título.


Os PONTOS TIRA TÍTULO estão sendo realizados em escolas da rede pública de ensino e no Instituto Federal do Amapá, além da capital amapaense, as ações também serão realizadas em outros municipios do estado, a programação completa está sendo divulgada nas redes sociais do coletivo:

Facebook: Utopia Negra

Twitter: @utopianegraAp

Instagram: @utopia_negra

Tik Tok: @utopianegra


SAIBA COMO TIRAR O TÍTULO DE ELEITOR


O título pode ser obtido de forma presencial ou através do site, até o dia 4 de maio, para as eleições de 2022.


O prazo para quem ainda não fez a regularização do título de eleitor, termina no dia 4 de maio, e o TRE Amapá ( Tribunal Regional Eleitoral) já está fazendo atendimentos de forma presencial, mas é necessário fazer agendamento, e também pela plataforma Título Net.


Passo a passo


O TRE da segunda Zona, localizado na Avenida Mendonça Júnior, N° 1502, centro de Macapá, está fazendo agendamento de 8h às 14h, através do WhatsApp (96) 9 8413-0319, para quem deseja se regularizar de forma presencial.


Para solicitar o título de eleitor, são necessários os seguintes documentos: documento de identificação oficial com foto, comprovante de residência atualizado, e para homens com faixa etária entre 18 e 45 anos, é exigido o certificado militar.


A plataforma Título Net também é um canal para obter o título de eleitor e serve também para serviço eleitoral, como mudança de domicílio, cidade, pendências, multas, gerar um boleto e pagar com o pix.

Basta acessar o site https://www.tse.jus.br/eleitor/titulo-de-eleitor/pre-atendimento-eleitoral-titulo-net preencher os dados solicitados, seguir o passo a passo e ter em mãos as documentações necessárias. Com o aparelho celular, tire uma foto do documento de identificação (frente e verso), do comprovante de residência, além disso, será necessário fazer uma selfie segurando o documento de identificação ao lado do rosto. Quando finalizar, o eleitor poderá baixar a versão digital do documento por meio do App e-Título, que poderá ser usado ao mesário no dia da eleição, que está prevista para 2 de outubro de 2022.


Segundo informações do TRE, a biometria está suspensa, tanto para quem vai mudar de cidade, quanto para quem vai tirar o primeiro título.

De 18 anos até os 59 anos o voto é obrigatório. A partir dos 16 anos até os 18 anos e 11 meses e a partir dos 60 anos o voto não é obrigatório.

De acordo com a legislação, quem ainda não tirou o título de eleitor tem até o dia 4 de maio e quem não se regularizar e perder o prazo, não poderá votar neste ano.

Acompanhe as plataformas do TRE Amapá @tre_amapa e fique por dentro de mais informações.





43 visualizações0 comentário