• UTOPIA NEGRA - ENEGRECER A POLÍTICA AMAPAENSE

Enegrecer a política brasileira: a atuação de mulheres negras no legislativo


Arte: Higor Pereira

É com satisfação que a utopia negra amapaense vem a público fazer a divulgação de um evento muito especial: no dia 04 de agosto de 2020, às 20:00h, pela nossa página no Facebook (Facebook.com/UtopiaNegraAp), promoveremos uma live com a presença da Deputada Estadual Mônica Francisco (RJ). Na oportunidade, ela conversará conosco sobre como tem sido sua atuação política no legislativo, enquanto uma mulher negra eleita. Mônica Francisco tem um longo histórico de luta, organização, militância e atuou lado a lado com a Marielle Franco, que é um símbolo de luta, inspiração e representatividade para tod@s nós. O legado de Marielle permanece nas nossas memórias e é força que nos inspira a continuar lutando por justiça e por um outro mundo possível à população negra periférica.

Gostaríamos de destacar também que esse intercâmbio será mediado por Luana Darby, uma mulher negra amazônica e intelectual preta amapaense. Logo, a utopia negra vê esse intercâmbio como uma forma de aprendizado e compartilhamento de experiências em dois contextos regionais, e claro, sempre considerando as especificidades e potências das populações negras que vivem nas periferias das grandes cidades, seja no sudeste, seja na Amazônia.


Aproveitamos a oportunidade para também informar que estamos com uma vakinha online (https://www.vakinha.com.br/vaquinha/utopia-negra-amapaense), com o objetivo de arrecadarmos recursos para o aprimoramento do nosso site (http://www.utopianegra.com). O site tem como objetivo principal promover uma leitura sobre a realidade do Amapá através da perspectiva da negritude amapaense, fomentar debates que envolvam a população preta do estado, bem como criar uma rede de contatos com outras pessoas negras, a fim de construirmos juntos um quilombo virtual, atuante, qualificado e de mostrar toda a potencia da juventude preta do Amapá.


No mais, gostaríamos de agradecer publicamente pela disponibilidade da Deputada Mônica Francisco e fazer um chamamento a tod@s que acreditam num outro mundo possível à população negra desse país a virem somar com a gente.

#NósPorNós #MulheresNegrasNaPolítica #NegritudeAmapaense


MAIS INFORMAÇÕES SOBRE A DEPUTADA MÔNICA FRANCISCO:


“A atuação da deputada Mônica Francisco é pautada por sua luta de 30 anos em defesa dos direitos humanos, na defesa da economia solidária, da agroecologia, no combate à violência contra mulheres, na promoção da igualdade de gêneros e contra o racismo.

Com uma vida forjada na luta e na fé, a deputada nascida e criada no Morro do Borel, na Zona Norte do Rio, chega aos 50 anos com uma trajetória construída no sobe e desce dos becos da favela, entre o trabalho como doméstica ou operária, os estudos, a família, a militância e a igreja, onde vive uma fé que se manifesta em defesa dos mais pobres e vulneráveis.

Na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro, a deputada eleita com mais de 40 mil votos, é reconhecida pela capacidade de dialogar, a firmeza nas posições, a coerência na defesa do que acredita.

Ocupando a Alerj

Presidente da Comissão de Trabalho, Legislação e Seguridade Social

Vice-presidente da Comissão de Combate às Discriminações e Preconceitos de Raça, Cor, Etnia, Religião e Procedência Nacional

Vice-presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito do Feminicídio

Membros das Comissões de Saúde, de Segurança Alimentar, de Assuntos Municipais e de Mulheres

Suplente das comissões de Constituição e Justiça, de Direitos Humanos, de Agricultura Pecuária e Políticas Rural, Agrária e Pesqueira, da Criança e do Adolescente.

Mônica Francisco foi assessora da vereadora Marielle Franco, que fora brutalmente assassinada em 2018. Antes, trabalhou no Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas (Ibase), organização criada por Herbert de Souza, o Betinho. O trabalho com projetos no Ibase despertou o interesse em estudar Ciências Sociais, curso que ingressou através da Política de Cotas, na Universidade do Estado do Rio de Janeiro, em 2008. Além de cientista social, Mônica é pastora evangélica e segue defendendo o respeito e a diversidade, para que a vida seja melhor para todos.

Em 2017 tive a honra e o privilégio de integrar a equipe do mandato da minha amiga Marielle Franco, onde construímos políticas públicas para as mulheres, para o nosso povo preto e para a população favelada. Mari foi arrancada de nós por quem trabalha com uma política baseada no medo e na dor. Em 2017 tive a honra e o privilégio de integrar a equipe do mandato da minha amiga Marielle Franco, onde construímos políticas públicas para as mulheres, para o nosso povo preto e para a população favelada.” Fonte: https://monicafrancisco.com.br/monica-francisco/